sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Quebrou outra vez

Estilhaçado...
Cortante...
Manchado...
O sangue que esquenta cada partícula do meu corpo no meio desse frio.
Não foi o espelho que quebrou.
Ah não...
Se ao menos fosse eu comprava outro
Mas foi você, Coração
Você que se quebrou mais uma vez
E eu não sei se terei forças para colar seus pedaços e tentar outra vez
Você mancha minha alma
Transforma meu caráter e faz eu ser diferente a cada dor
e mais tarde, eu serei indiferente à ela.
Mas agradeço, maldito coração, por vivenciar aquele sonho infantil
Obrigada por me oferecer a sensação de ser realmente amada.
E por favor, da próxima vez, se controla
Porque os pensamentos suicidas se aumentam cada vez mais
Já cansei de você, já cansei de não conseguir mais engolir o choro.
Tenta se cuidar, porque eu não sei mais cuidar de você.




Adeus novo espelho, te deixarei nas mãos de uma desconhecida
e espero que retrate belas faces e encontre mais motivos para não se quebrar.
Só não esqueça que eu amei ter você.


E mais uma vez, estou triste
Mais do que isso
Estou morta.


Marcela

Nenhum comentário:

Postar um comentário